Bom dia, Brasil.

29 03 2009

doente2

É me refiro ao jornal da manhã que é exibido na Globo, hoje o assisti, não por preferência ou costume, mas por estar doente, tudo indica que seja uma virose porém ela veio casada com uma inflamação na glândula interna do meu olho, popularmente conhecido como “bunitinho”. Fora isso, ta tudo ok, como me disse um amigo:

“Dias bons, dias ruins, dias mais, dias menos.”

Vamos às noticias, afinal nem todos tiveram o privilégio de ficarem doente e assistirem as notícias da manhã, que provavelmente estarão repaginadas nos jornais da tarde e da noite.

A primeira notícia que recebi pela manhã não foi digerida ainda, apesar de ser real e acontecer com freqüência casos assim.

Era sobre o aborto de uma menina de nove anos que estava esperando gêmeos, o padrasto da menina como principal suspeito foi preso e há suspeita que os abusos tenham começado desde os seis anos de idade.

É chocante, eu sei, mas é fato que as 15 horas eu já nem sinta tanta indignação, se é que a sinto. Afinal somos todos anestesiados contra as mazelas do homem e por isso continuamos compactuando com esses crimes.

Outra que me chamou a atenção foi à volta aos palcos de Michael Jackson, de inicio estão programados dez shows que talvez se tornem uma turnê mundial, não se sabe realmente se é uma necessidade financeira ou a saudade que o fez retornar. Segundo ele, os últimos shows de sua carreira. Bom, eu não vou conferir nenhum dos shows, com certeza, não tenho money e não curto muito, mas os que apreciam, aproveitem.

Calor derrete asfalto no Paraná.

Pois é, não é só em minha cidade que está insuportável de se viver.

Em Paranavaí o asfalto virou lama, na verdade virou chiclete, pois quando os pedestres andam nas ruas os calçados resistem a sair do lugar. É bem chatinho, não convém, mas já dizendo, já andei em rua recém asfaltada e acontecia a mesma coisa irritante.

Segundo os técnicos houve um erro na camada asfáltica da cidade. Mas será mesmo?

Daí pra frente às notícias só foram melhorando, exemplo:

Bandidos assaltaram arsenal da polícia em São Paulo, o melhor é que o relatório oficial ainda não foi apresentado, ou seja, não se sabe ao certo o tamanho da desgraça. Tudo bem, minha cidade não esta tão pertinho assim de Sampa, mas creio eu que de alguma forma seremos prejudicados com isso. É a tal lei de Murphy

“Se alguma coisa pode dar errado, dará. E mais, dará errado da pior
maneira, no pior momento e de modo que cause o maior dano possível.”

Ta tudo muito bom, muito light. Eu iria falar do Sudão, vi uma matéria especial sobre este país, que é o maior da mãe África e que pra variar vive em pé de guerra. Mas chega de boas noticias, quem se interessar acesse o link do Bom Dia, por favor.

Pra terminar, OSESP.

O que? Quem? Quando? Onde? É uma nova marca? Um novo bloco econômico?

Acertou quem falou que é algo relacionado a São Paulo e quero deixar bem claro que estou brincando com minha própria ignorância, pois não sabia ao certo do que se tratava.

Novo regente da OSESP é aplaudido de pé na primeira apresentação

Yan Pascal Tortelier assume interinamente a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, depois da conturbada saída do maestro John Neschling.

Não sei quem é e também não o conheço, mas na matéria dizia que era filho de um renomado músico e que irá reger 20 dos 31 concertos da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, foi apelidado de ‘gentleman’ e viverá na ponte aérea Brasil e França.

Eu acho que será um pouco caro, mas afinal ele é bom e o que é bom às vezes sai caro e às vezes também vale à pena.

Gostei muito de algo que ouvi na entrevista e vou socializar.

Para ele, música nunca deveria causar conflitos. Pelo contrário, é feita para trazer o melhor de nós.

Ver todos aqueles músicos tocando com prazer e vigor, e o regente com autoridade diante deles, me deu uma certeza incerta, de um dia poder vê-los.

Enquanto isso permanece em mim a vontade. É como dizem por ai, a gente não paga por sonhar e eu sou uma sonhadora por essência.

A todos, um belo e estranho dia!

Foto
Notícias.

Anúncios