Tem que rolar um clima, entende?

19 04 2009

1878108

Nada como um bom livro para repensarmos a vida.

Mas antes de tudo como sabemos que este é um bom livro?

Muitos vão pela lista de Best-seller no final de cada edição da VEJA, outros ouvem opiniões de pessoas confiáveis, outros pela capa, preço, pelas ilustrações, por terem assistido uma adaptação no cinema ou por obrigação/indicação de algum professor na faculdade.

Particularmente para eu levar algum livro comigo, precisa rolar todo um clima antes, preciso vê-lo nas mãos de alguém, ouvir falar ou então de um imprevisto que nos coloque cara a cara. Não sei, mas prefiro ler algo que me dê um prazer do que tentar acompanhar as tendências ou a modinha do momento. Quero deixar claro que não estou fazendo nenhuma critica aos mais vendidos ou populares da estação, afinal os lerei em breve.  Digo isso porque tenho costume de anotar possíveis candidatos a leitura, porém há uma preliminar antes, uma folheada aqui, uma leitura da orelha ali, noto se há desenhos ou gravuras que interessam, se há muitos números.

Você pode pensar que eu leio muito ou que isso é uma mentirada infeliz, isso é porque você não conhece a mestre Sônia que dá aula para todos os cursos da minha facul, esta sim lê tudo e nunca perde a esperança coitada. Sempre ao relacionar um livro à matéria ela pergunta se alguém leu Umberto Eco, Clarice Lispector, Santaella, Virgínia Wolf, Bakhtin Voloshinov e outros mais.

Eu fico encantada com a esperança que ela tem em nós estudantes de Comunicação, logo de cara começamos a rir e olhar um para o outro para ver se alguém salva, mas nada, todos, respondemos que não. E ela, a ela continua dando a aula e perguntando sempre.

Eu me pergunto como, quando e onde ela conseguiu ler tantos livros. E outra, ela faz fichamento de grande parte, por isso recorda nitidamente.

Alguém por favor, já refletiu sobre a azulesa do azul?

Que doidera é essa você que não estava presente deve se perguntar. A Sônia nos fez refletir e entender isso, bom eu acho que entendi, é éeee, não me lembro bem, mas um dia chego lá.

Perguntarei a ela qual seu método de leitura e postarei aqui, afinal tenho uma listinha.

Agora vou indo Madame Bovary me espera, iremos trocar segredos e ambições.

A todos, um belo e estranho dia!

Anúncios