Kafka

29 03 2009

metamorfose-link-0121

Imagine-se em uma bela manhã, levantando-se da cama e lutando com aquela mulher do lado chamada “preguiça”. Quando você consegue abrir os olhos direito para ver a cor do dia e se espreguiça na cama para levantar-se, nota que há algo diferente ali, mas claramente não ali ou aqui, não no ambiente, mas em você.  É camarada algo estranho aconteceu, sim, você se transformou em algo monstruoso.

Você é capaz de sentir e pensar como um ser humano, vê espantado as mudanças causadas por sua transformação abalarem seu pequeno mundo familiar e se prepara para o pior que ainda virá.

Essa é a proposta de Franz Kafka em A Metamorfose. O jovem Gregor Samsa vive uma realidade angustiante, que nos faz refletir sobre a falsidade da condição humana.

Sutilmente Kafka, nos lembra da verdadeira natureza humana, somos animais, racionais.

  • O homem é dotado de inteligência abstrata, pois pode através dos símbolos fazer links/associações e se torna capaz de reorganizar/modificar o mundo, é consciente da finalidade, enquanto os animais são dotados de inteligência concreta, pois precisam da experiência vivida “aqui e agora”. Porém essas particularidades não excluem nossa verdadeira condição. E isso fica claro no decorrer da história, as mudanças ocorridas com Gregor não retiram sua humanidade, mas dão ênfase a sua face animalesca e isso de certa forma influencia suas relações gerando conflitos sérios.
  • Li atualmente uma citação de Saint Exupéry: “A verdade para o homem é o que faz dele um homem.”

Com Gregor não foi diferente disso, a verdade fez-se realidade. E conosco, creio eu também não é tão diferente assim, precisamos é tomar cuidado para que uma mentira muito dita não se torne verdade e realidade estabelecida.

Outros livros de Kafka: O processo e o castelo.

E para saber um pouco  mais: http://almanaque.folha.uol.com.br/kafka.htm

Foto: http://www.magopaco.com/category/basico/

  • Filosofando – Introdução a Filosofia. Maria Lúcia de Arruda Aranha e Maria Helena Pires Martins.

A todos, um belo e estranho dia!  : )

Anúncios