“Quando eu crescer…”

20 05 2009

Meu Deus, qual será o  meu futuro?? Acho que vou mudar de curso ou fazer como uns colega e trancar.

Afinal, que expressão infeliz esta “trancar”… Mais infeliz são meus colegas enchendo o saco, pois sou desligada e sempre pergunto por Luiz,  Isabella, Camila e et al. E eles sempre me lembram que os fulanos “trancaram” e eu sempre fico fula da vida com isso.

Voltando aos porcos e mudando de assunto, não resisti e tô postando. Afinal, eles precisa aproveitar seus “15 minutes of fame”, segundo Andy Warhol.

0035k

Bom, vou indo. Preciso terminar um livro. Bom na verdade, estou me referindo ao 2° livro de Stephenie Meyer, mas encontrei isso no Google por acaso.  Legal esta zona de coisas que nos possibilita a internet, digite lacinho lá ou páscoa para ver se vão aparecer desenhos ou fotos obcenas.

A todos, uma bela e estranha quarta!





fala sério…

19 05 2009

a gripe suína virou piada geral e é claro eu estou adorando, ou melhor chorando de tanto rir com as piadinhas espalhadas na rede.

Aproveitando o momento do novo astro pop o porco, algumas pessoas resolveram recontar a história dos três porquinhos.

Quem quiser conferir os outros videos, vale a pena.

A todos, uma bela e estranha madrugada!





NOKIA MORPH Concept

18 05 2009

Será que existe? Será que os primeiros serão de graça?

Eu quero um destes, mesmo não sendo da Sony.

Fala sério, faz tudo, mas vira uma pulseira, bem que poderia virar um porsche.

A todos, um belo e estranho dia!

PS: Me desculpem pelo nano post. No próximo episodio falarei sobre a desastrada Bella, que me cativou.





Blogarteca

11 05 2009

imagem

Apresento a vocês a Blogarteca, um espaço bacana, que está sendo construído. Quem quiser comentar, criticar ou dar uma olhadinha. Fique a vontade.

A intenção é de popularizar os espaços e pessoas ligadas à cultura e arte em geral.

Não falo mais, quem quiser e for curiosa como eu, confira.

A todos, um belo e estranho dia!





Algumas histórias

6 05 2009

madamebovary

Bom, como dito anteriormente falarei de Madame Bovary, São Paulo e coisinhas mais.  Vamos a Emma Bovary, o livro escrito por Gustave Flaubert, publicada em 1857 narra a história da anti-heroíca personagem, uma mulher insaciável, inteligente e bela, mas que é obrigada a casar com um médico (sem graça alguma) de uma pequena cidade do interior da França. Ela vive em um constante estado de opressão, onde as sonhadas diversões urbanas que ela imaginava nunca são concretizadas. Madame Bovary, inaugura o Realismo quebrando com a imagem romântica, traduzindo a emancipação feminina, foi classificado como subversivo, rendendo vários processos a Flaubert, porém em todos o autor se saiu vencedor. É considerado um livro de vanguarda e clássico, encontrado em diversos formatos e por diversos preços. Um ótimo clássico e uma ótima leitura, em algumas visitas ao youtube descobri uns vídeos sobre o filme, e com certeza vou conferir. Estou muito acostumada a ler os autores atuais, mais ler Flaubert foi interessante, gostoso, porém um pouco cansativo. Tenho que admitir, que um vocabulário mais incrementado, me ambientar à época e construir cenas mais detalhadas, foi desafiador, contudo a história é muito boa, não tem como não ler até o fim.

Pra saber mais: aqui e aqui.

a-cabana-frente

Outro que quero recomendar a leitura é A Cabana de William P. Young, este não é clássico, porém esta entre os mais vendidos. Convenhamos que conseguir esta proeza hoje em dia não está assim tão difícil. Confesso que não tenho agradado tanto de Best selers, porém não citarei nenhum aqui que me desagradou, cada um que tire suas conclusões. A Cabana é um livro interessante, complexo e simples por tratar de assuntos que nos deixam pensativos, nos fazendo refletir, que nem os filmes de Robin Willians. Trata da nossa visão e relacionamento com Deus, há uma apresentação ousada da trindade de forma que o leitor fica encantado com as novas possibilidades que o sábio autor descreve no decorrer da história. A criatividade não tem limites, assim como Deus também não. Ele trata com cada um diferente e se apresenta diferente, afinal Ele é conhecedor de todas as coisas, porém nós “religiosos” nos apegamos a estereótipos antigos e não percebemos. Achamos saber tudo sem saber nada de algo. Bom livro, bom mesmo. São gêneros diferentes, porém recomendo e assino embaixo, se é que vale para alguma coisa minha opinião e assinatura.

16_mvg_mvg_menina

Outro que recomendo é A menina que roubava livros, muito bom, nos apresenta a morte como deve ser, quebrando todos os medos e preconceitos. Uma história meiga e encantadora. Um paradoxo encantador . Porém já foi postado e confio na autora, para quem quiser conferir a casinha é just me

A todos, um belo e estranho dia!